29 janeiro 2015

Não Julgues o Livro Pela Capa, #1 | Vampire Academy, Richelle Mead

Qualquer um de nós, leitor ou não, olha para um livro e automaticamente pensa "Aposto que é um bom livro." ou "Não parece ser nada de jeito.". Pessoalmente, gosto sempre de ler a sinopse e pesquisar um pouco sobre o livro em questão, quer seja no Goodreads ou através de reviews em blogs e no Youtube.

Uma das capas que menos gosto, posso dizer odeio até, são definitivamente as da série Vampire Academy da Richelle Mead. Se as capas originais, editadas nos EUA, já não são as melhores, a edição portuguesa então, deixa-me realmente irritada!

Capas originais da série Vampire Academy (EUA)
Capas editadas em Portugal (faltam ser publicados os dois últimos livros da série)

Vampire Academy baseia-se na vida de Rose Hathaway, uma vampira Dhampir - metade humana, metade vampira -, destinada a proteger a sua melhor amiga, Lissa Dragomir, a última princesa Moroi - completamente vampira, mas apenas bebe sangue de humanos voluntários numa espécie de enfermaria que frequenta - da família Dragomir, dos horríveis e sedentos Strigoi - raça de vampiros que mata as suas vítimas para se saciarem com o seu sangue.
Ao contrário daquilo que esperamos ao olharmos de relance para os livros, as protagonista desta história (tal como o resto de todas as personagens, se querem que vos diga) são aquilo a que chamamos "badass"! São personagens ricas, com uma evolução soberba e que estabelecem uma conexão sentimental muito próxima da realidade com o leitor.
Tenho a dizer que é uma das minhas séries favoritas, embora esteja de momento a ler o 4º livro e tenha de esperar (ansiosamente!) pelos últimos dois, e, por isso mesmo, recomenda-a a todos os leitores! 

Comentem com o que acham destas capas: têm a mesma opinião ou acham que são capas dignas desta história? 


2 comentários:

  1. Oi Daniela!

    Realmente as capas acima são muito feinhas. Parece que fizeram uma montagem simples num editor de imagens e publicaram. E isso parece ser carma da série, pois no Brasil as capas são idênticas as americanas.
    Pior é que tenho visto muito isso. Há tantas capas genéricas que dá até desgosto investir nas obras. As vezes o livro até é bom, mas a capa afasta o leitor (pelo menos comigo isso acontece). Penso que se o trabalho com a capa é assim, imagina a revisão da tradução, a disposição do conteúdo.

    Enfim, é sempre bom darmos uma chance, ler resenhas,e procurar mais opiniões além da imagem.

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi isso mesmo que pensei: capas feitas em Paint ahahahah 😂 talvez achassem que a série não seria bem recebida...
      Sim, pesquisar um pouco a história é sempre o melhor.
      Obrigada pelo comentário*

      Eliminar